Conexão Reparasul encerra com fechamento de negócios e networking em formato inédito no setor

Conexão Reparasul encerra com fechamento de negócios e networking em formato inédito no setor

Primeiro evento híbrido da cadeia automotiva aconteceu na Fenac, em Novo Hamburgo/RS
 
Na noite desta sexta-feira (20), encerrou o Conexão Reparasul - o primeiro evento híbrido do setor de reparação automotiva e de autopeças no Brasil. O projeto trouxe palestras que aconteceram simultaneamente no ambiente digital e em modo presencial, além de showroom com exposição física de produtos e serviços no Centro de Eventos da Fenac, em Novo Hamburgo/RS, e expositores no ambiente digital. Para Angela Dias, coordenadora da Reparasul, o evento atingiu o seu objetivo. “Queríamos fomentar um mercado que está aquecido”, destacou. Ela ainda explicou que o Conexão Reparasul buscou promover networking e trazer conteúdo relevante para o mercado em um ano atípico. “Foi o primeiro evento híbrido do Brasil e o único do setor automotivo e de autopeças que ocorreu neste ano” explicou. Mesmo diante do cenário que exigiu adaptabilidade, Angela avaliou que o resultado positivo foi evidente. “Tivemos 13 expositores presenciais devido às limitações de distanciamento do protocolo, mas já tínhamos lista de espera de outras marcas que gostariam de participar do evento também”, comentou a coordenadora, ao destacar que quatro dos expositores já haviam relatado fechamento de negócios durante o evento.
 
O Deputado Federal Lucas Redecker visitou o evento neste último dia e definiu o Conexão Reparasul como um exemplo de inovação no cenário atual, que levou em conta todos os cuidados necessários deste momento de pandemia. “É preciso ressaltar o protagonismo do Conexão Reparasul, pois mesmo em um momento de pandemia, houve um iniciativa  muito grande para que o mercado não parasse e tampouco a economia”, ressaltou. “É um exemplo dado pela Fenac para não deixarmos a economia parar e, consequentemente, darmos mais qualidade de vida às pessoas”, complementou.
 
Um dos parceiros e embaixadores da feira que retornou neste ano foi Carlos Fortes, especialista em desenvolvimento de equipes de vendas no segmento automotivo. “Em um ano que tive mais de 40 eventos cancelados, achei a iniciativa do Conexão Reparasul extremamente corajosa e desafiadora. Mesmo sendo um entusiasta, sempre existe aquele receio. E hoje, vendo o sucesso do evento, podemos dizer que foi uma experiência pioneira muito positiva que representou uma quebra de paradigma e crenças”, relatou. Ao falar sobre os paineis que palestrou, Fortes destacou que o conhecimento que o evento proporcionou é extremamente relevante. “Se os profissionais puderam acompanhar todos os conteúdos explorados durante o evento, com certeza eles terão um ganho muito grande em seus negócios, pois o conhecimento tem o poder de transformação”, pontuou.
 
Entre os expositores, a EnviaPeças relatou que foi a primeira feira que a empresa participou na região Sul do país e já revelou que pretende voltar na edição presencial de 2021. “O resultado do Conexão Reparasul foi muito positivo, pois tivemos uma boa receptividade dos profissionais e foi uma excelente oportunidade de mostrar a marca ao público”, explicou Flavio Lucena, gerente comercial da filial de Pelotas. A empresa apresenta uma ferramenta de vendas para o cliente, com compra online, levando o estoque para a palma da mão dos profissionais. “Isso é uma tendência do mercado, que reduz a necessidade de estoque físico e os ativos dos clientes, aumentando o poder de negociação e o fechamento de negócios”, relatou Lucena. Nos dois dias de evento, ele conta que realizou diversos novos cadastros na ferramenta. “É uma oportunidade única de networking, pois é preciso estar conectado, ainda mais neste cenário”, complementou.
 
 
Conteúdo qualificado agregou conhecimento
Além das novidades apresentadas pelos expositores, os profissionais também puderam conferir palestras e paineis gratuitos nos dois dias de evento, além do 5º Painel ASDAP. Na programação desta sexta-feira (20), Antonio Pascoal da Pascoal Bombas, falou sobre “Alimentação de combustíveis: dicas de injeção”. Pascoal destacou a importância de realizar um evento como Conexão Reparasul e trazer conteúdo relevante para o setor. “Aqui vimos conteúdos que tem muito a acrescentar no desenvolvimento profissional”, pontuou.
 
Além disso, os profissionais também puderem conferir outras temáticas neste último dia, como: “Associativismo: Conecte-se a essa ideia”, com Gerson Flesh e Vicente Bonatto da Autorede; “Mulher na mecânica é parceria, não é concorrência”, com Ágda Óliver, a única brasileira concorrendo ao Prêmio Internacional da ONU - Empretec Women in Business Awards; o painel “Oficina Turbinada: processos de gestão, finanças e vendas”, com Carlos Fortes, Karine Quinjalmo e Wilson Soares; e “Reparo de plástico com resistência e qualidade” com Kazuhiko Kobayashi, engenheiro de Desenvolvimento e instrutor técnico na Honda Motors Co. Ltda. do Japão.
 
Protocolos de biossegurança – Para ocorrer de forma segura, o Conexão Reparasul adotou protocolos de saúde com base nos Decretos Estaduais e com deliberação do COEM (Centro de Operações de Emergência Municipal). O protocolo, que prevê uma série de medidas, pode ser conferido na íntegra no site: http://www.reparasul.com.br/
 
Reparasul 2021 – A Reparasul 2021 – Feira de Autopeças e Reparação Automotiva já tem data para acontecer de forma presencial: dias 17, 18, 19 e 20 de novembro, na Fenac, em Novo Hamburgo/RS.
 
SERVIÇO
Evento: Conexão Reparasul - evento híbrido para profissionais do setor de autopeças e reparação automotiva.
Data: 19 e 20 de novembro de 2020
Promoção: Fenac Experiências Conectam
Patrocínio Diamante: PARAFLU e SINOSCAR – GUAIBACAR, Ouro: PASSINI DISTRIBUIDORA DE PEÇAS, PASCOAL BOMBAS e NORTON ABRASIVOS, Prata: ENVIAPEÇAS, AUTOREDE Serviços Automotivos, ASDAP (Associação Sul-brasileira dos Distribuidores de Autopeças) e ASERV (Associação Serrana das Empresas da Reparação Veicular).
Apoio: ARERGS (Associação das Retificadoras do Estado do Rio Grande do Sul), SIMECS (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul), SINCOPEÇAS/RS (Sindicato Varejista de Veículos e de Peças e Acessórios para Veículos no Estado do Rio Grande do Sul) e ARAVAT (Associação dos Reparadores Automotivos do Vale do Taquari).

20 de Novembro de 2020

Outras notícias

Ver todas notícias