Fábrica Conceito tem novo espaço e foco em tecnologia da informação

Fábrica Conceito tem novo espaço e foco em tecnologia da informação

Na manhã desta terça-feira, 23, a Fenac, em Novo Hamburgo, realizou coletiva para divulgar as novidades da Fábrica Conceito que acontece durante a 42ª Fimec, que será realizada entre os dias 6 e 8 março. O diretor-presidente da Fenac, Márcio Jung ressaltou a importância da Fimec de trazer conteúdo cada vez mais relevante para os profissionais do setor, e enfatizou o novo espaço da Fábrica. “Nesta edição da Fimec a Fábrica Conceito deve ganhar um espaço de mais destaque, logo na entrada. Todos os visitantes devem passar por lá e conferir as novidades em inovação e tecnologia”, afirma Jung.

Na mesa oficial, a presença das demais entidades que realizam a Fábrica Conceito em conjunto com a Fenac. Estiveram presentes o diretor da Coelho Assessoria Empresarial, Luis Coelho, que comentou sobre a importância da fábrica ser um local de apresentação de conceitos para os fabricantes de calçados, “cada edição da fábrica é um desafio e a cada nova edição temos oportunidade de nos superar”, o presidente da Abicalçados, Heitor Klein, que ressaltou a relevância de focar na produtividade interna para que as empresas possam se tornar mais competitivas, e o presidente do IBTeC, Paulo Griebeler que destacou suas expectativas otimistas para a Fimec 2018 e para a 9ª edição da fábrica conceito.

Ainda, estiveram presentes o consultor da Abicalçados, Igor Hoelscher, coordenador Técnico do IBTeC, Paulo Model, a diretora do Instituto de Tecnologia do Calçado de Novo Hamburgo, Arlete Accurso, e representantes da Kildare e Ramarim, marcas que participarão da Fábrica Conceito neste ano de 2018.

Novidades sobre a Fábrica Conceito 2018

O espaço único no mundo conta com fabricação de calçados em tempo real, conforme uma indústria, com foco na tecnologia e aumento da produtividade. “Tecnologia da informação a serviço do setor calçadista” será o  tema da edição de 2018.

A fábrica utiliza máquinas e matérias-primas dos expositores da Fimec. O objetivo da ação, promovida pela Fenac, Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçados e Artefatos (IBTeC) e Coelho Assessoria Empresarial é apresentar ao visitante aplicabilidade dos processos tecnológicos e dos produtos que estão sendo expostos na feira.  Além disso, os visitantes podem trocar informações com os profissionais que operam as máquinas, podendo ali mesmo conhecer mais sobre o funcionamento de cada produto.

Serão quatro linhas produtivas fabricando seis modelos de calçados masculinos e femininos, das marcas Ramarim e Kildare, num total de 3 mil pares nos três dias do evento. Dentre as linhas de produção, uma será composta por alunos do SENAI, que produzirão perto de 1.000 pares de sapatilhas femininas, demonstrando o alto nível da formação recebida no Instituto de Tecnologia do Calçado Senai de Novo Hamburgo.

Outra linha terá um alto nível de automação e controle dos processos, através de softwares desenvolvidos para fornecer todas as informações necessárias aos gestores de produção: condições de operação das máquinas, produção real a cada minuto, problemas de qualidade identificados nas linhas, com emissão de relatórios regulares durante o dia, permitindo a correção das rotinas de produção instantaneamente. Um espaço com exposição do que há de mais moderno na tecnologia de máquinas e equipamentos no Brasil, bem como de processos de fabricação de calçados, matérias-primas e componentes sustentáveis, além de ferramentas informatizadas para melhorar o planejamento, controle e execução dos processos.

Nesse ano, a novidade fica por conta de um espaço diferenciado e central na feira que fará a integração da Fábrica Conceito com o Salão de Logística, novidade da edição 2018. Aliado ao Projeto Sola, (Sistema de Operações Logísticas Automatizadas) da Abicalçados (Associação Brasileira das Indústrias de Calçados), esse espaço apresenta processos que reduzem os custos, integram ações, permitem rastreabilidade, possibilidade de crossdocking e reposição automática, controles e organização para gestão dos negócios e inventário em tempo real. Indo muito além do transporte, a logística é indispensável para administrar os recursos da empresa, fazendo desde a gestão de compra, planejamento, armazenamento, transporte, bem como a distribuição dos produtos e o monitoramento. “Nosso sistema traz o controle e monitoramento da produção. Nossos pilares são identificação, processos e troca eletrônica de dados. Assim o empresário pode estar viajando e mesmo assim poderá monitorar e controlar sua produção de longe”, comenta o consultor da Abicalçados, Igor Hoelscher.

Foto: Talenttare Conteúdo e Criatividade

23 de Janeiro de 2018

Outras notícias

Ver todas notícias